Acessibilidade: +100%-

Vera Cruz do Oeste

Sobre

FUNDAÇÃO DE VERA CRUZ DO OESTE

Em 1960, no norte do Município de Céu Azul, houve uma grande corrente migratória do norte do Estado do Paraná e do País. Isso se deve ao fato de terem vendido terrenos na Gleba Rio Quarto (antiga gleba que antes era considerada área litigiosa). Traçado o loteamento de sua Gleba no ano de 1964, o Sr. Antonio Villas Boas, deu início a cidade, era então a fase do “Ruah” – expansionista que tomou conta do Paraná, em menos de duas décadas, o terceiro Estado do Brasil em coeficiente demográfico.
Para evitar a entrada de outros pioneiros na região, foi montado na única via de acesso de então, atual PR 488, um grande portão de madeira guardado por jagunços, que acabou dando ao lugar, o nome de Portão.
Muitas famílias, porém, contornando as barreiras, penetraram mata adentro por quilômetros carregando todos os seus pertences, fixando residências em locais mais distantes.
Antonio Villas Boas pretendia fundar o povoado para oferecer melhores condições para seus moradores, iniciou-se então, o processo de divisão de áreas para a colonização, pela empresa Bentem e Banco do Estado do Paraná.
A 22 de setembro de 1965, celebrou-se a primeira missa, tendo as mesmas características da primeira missa do Brasil, por isso seu fundador resolveu prestar homenagem à nossa Pátria, dando-lhe um de seus nomes e às ruas, nomes de personagens brasileiros inesquecíveis.
O senhor Antonio Villas Boas trabalhou incansavelmente para conseguir o registro legal do Patrimônio com uma área de 730.247,4 m2 e com altitude de 700 m, tendo o fato sido consumado à 22 de setembro de 1966, e que em menos de um ano, o deputado Roberto Galvani sai vitorioso na decisão do Projeto Lei nº 46/67 de 15 de maio de 1967, criando o Município de Céu Azul e o distrito administrativo e judiciário de Vera Cruz do Oeste, aprovado pela Lei nº 5572.
Os anos foram passando e com eles aparecendo moradores de todas as localidades para fixarem residência neste povoado que com suas terras férteis, promete muito para quem quer trabalhar. Em fevereiro de 1962, iniciou próximo a Água do Pacheco, a primeira escola isolada da localidade de Vera Cruz do Oeste, tendo como professora Clemência Venturoso, a escola pertencia, na época , à Prefeitura Municipal de Foz do Iguaçu. Neste mesmo ano, com a emancipação política de Matelândia, a escola ficou sob sua dependência, nos anos de 1963 e 1964, funcionou mais ou menos sem alteração, o número de alunos variava entre 35 a 40.
Em 1965, a escola recebeu as professoras: Benedita Amâncio Cavalcante Roman (Regionalista) e Amanda Buche (sem Habilitação), passando o número de alunos a variar entre 60 e 70 da 1ª, 2ª e 3ª séries, divididos em turmas anexas. Em outubro deste mesmo ano, o senhor Antonio Villas Boas, sugeriu numa reunião de pais e mestres que a escola recebesse o nome de “Rocha Pombo”, e tendo a idéia sida aceita por todos, esta passou a ser a denominação da escola. No início de 1966, a escola passou a funcionar em duas salas de madeiras especialmente construídas para essa finalidade, houve na época, inauguração solene, com a presença do Prefeito Municipal de Matelândia, fundador da cidade e dos demais pioneiros de Vera Cruz do Oeste.
O tempo passou e quando o senhor Antonio Villas Boas menos esperava, estava uma massa de jovens aclamando por um ginásio e que começava um grande movimento a 25 de setembro de 2969, no qual participou toda população, merecendo destaque: Mauro Resende Vilas Boas, Antonio Villas Boas, Kazue Koyama, Nadir Ribeiro Rocha, Maria Estela de Lima Biscaro, Valdecilha Estivanelli Mateusi, Ozualdo Elias Pereira, Osvaldo Gonzato, Paulo Sakai e José Spuldaro; todos trabalharam unidos, não medindo esforços, junto com a Excelentíssima Senhora Elcely Caminha, na ocasião, Inspetora de Ensino da 44ª Inspetoria de Foz do Iguaçu, a qual nas horas de cansaço e desânimo, animava a todos com seu dinamismo. Trabalharam e lutaram incansavelmente. A 30 de dezembro de 1969, é publicado em diário oficial do Estado do Paraná, a criação de um Ginásio Estadual para Vera Cruz do Oeste, que apesar de sua pouca idade e ainda distrito de Céu Azul teve a honra da criação de um estabelecimento oficial de ensino sob decreto nº 17781 de acordo com o artigo 30 da Lei nº 4978 de cinco de dezembro de 1964; despachado pelo digníssimo Secretário de Educação e Cultura do Estado do Paraná,  o doutor Candido Manuel Martins de Oliveira. Trinta dias após o despacho da criação do ginásio, o digníssimo secretário da Educação e Cultura do Paraná, designou como Diretora a ilustríssima senhora Nadir Ribeiro Rocha, sob portaria nº 1120/70, que aos 25 de fevereiro de 1970, tomou posse do referido cargo na 44ª Inspetoria regional de ensino, localizada em Foz do Iguaçu, respondendo por esta Inspetoria, Iracema Dariz. A partir desta data, a senhora diretora tem batalhado pelo engrandecimento do Ginásio, pela grandeza do Paraná e por um futuro melhor aos vera-cruzenses.
Também destacamos a presença do Vereador Senhor José Elias Pereira, representante de Vera Cruz do Oeste na Câmara Municipal de Matelândia, ex-sede Municipal de Céu Azul. Vera Cruz do Oeste, nessa época possui os seguintes vereadores: João Alfredo Pereira, Mauro Rezende Villas Boas e Osvaldo Gonzato, representante na Câmara Municipal.
Destacamos alguns dos pioneiros de Vera Cruz do Oeste: Delfino Dias do Prado, Vitorino Stasiak, Bernardo Frederico Jensen, Armando Loss, Antonio Villas Boas, José Elias Pereira e muitos outros existentes.

FATO MARCANTE DA FUNDAÇÃO DE VERA CRUZ DO OESTE

No dia da festa de Santa Catarina, o Vigário visitou “Vera Cruz”. A missa foi celebrada ainda na escola municipal, a 20 de janeiro de 1966, com poucas pessoas.
No dia 22 de março daquele ano, foi celebrada a primeira missa na capela Santa Catarina e em 22 de maio de 1966 é que foi inaugurada com festividade. Na mesma ocasião em uma casa particular, houve a proclamação dos padrinhos e bênção da bela imagem de Santa Catarina. Logo após, a padroeira foi levada à capela procissionalmente com cânticos e foguetório. Em seguida, houve missa festiva e o sermão alusivo, e etc…
Neste fato marcante, destaca-se a presença do Sr. Antonio Villas Boas, o fundador da cidade.


Ler mais >

Hino de Vera Cruz do Oeste

Vera Cruz, és do Oeste o celeiro
Onde afloram riquezas sem par
E na luta o audaz pioneiro
Demonstrou sua fibra e vigor
São Francisco e o Rio Braço Forte,
Estas glebas sempre a irrigar,
Representam, do solo o suporte,
Pra semente do chão germinar,
Qual estrela de intenso fulgor,
Vera Cruz do Oeste, nasceu
Vilas Boas, o seu fundador,
Esse nome feliz escolheu
Hoje és, minha terra querida
O orgulho maior para nós.
E esta homenagem de amor e de vida
Cantaremos a uma só voz.

Estribilho

Como adoro, esta paisagem
Este céu de puro anil,
Desejo com esta mensagem,
Exaltar, os teus encantos mil
E lembrar que na mata agreste,
Da planura, outrora deserta
Emergiu Vera Cruz do Oeste
Com a grandeza de cívica oferta.
Como a soja, o milho e algodão
E outras riquezas sem par
Com labor e determinação
Todos podem viver e lutar
Oh! bondosa Santa Catarina,
Nos ampare e nos dê proteção
Que este rincão, que a todos fascina,
Seja eterno, em nosso coração.
Vinte e cinco de novembro ficará
Inserido em nossa história
A mostrar, que em nosso Paraná
O ideal é o caminho da glória
Vera Cruz do Oeste, eu te amo
Hás de ser sempre o meu bem querer.
E orgulhosamente, proclamo
Sou teu filho e por ti vou viver.

Letra/música: Sebastião Lima e José Carlos Pereira


Ler mais >

BANDEIRA DO MUNICÍPIO

Pela Lei nº 071/85, cria a Bandeira e o Brasão de Armas do Município de Vera Cruz do Oeste, Estado do Paraná.

MEMORIAL DESCRITIVO – BANDEIRA

Representada em sinopla (verde), por simbolizar heraldicamente a juventude, a esperança, a alegria, a fertilidade do solo, bem como os campos verdejantes que constituem a esperança sempre renovada e a alegria do povo.
As faixas que esquartejam a bandeira, formam uma cruz que representam o topônimo da cidade.
As faixetas extremas que compõem esta cruz são goles (vermelho), uma homenagem ao fundador do Município, goles por ser o esmalte representativo da audácia, da altivez e da glória. Símbolo de dedicação, amor pátrio, intrepidez, coragem, valentia, entusiasmo, vida e força. Qualidades estas, dignas de seu fundador Sr. Antonio Villas Boas, que jamais trepidou em afrontar as asperezas da luta para dar melhores condições ao povo de seu Município.
A parte central da faixa é branca, simbolizando a paz, a pureza, a religiosidade e o espírito de ordem e trabalho de seu povo.
No ponto de intersecção das faixas, está o centro de um círculo que se funde com as faixetas brancas da bandeira.
O círculo branco é o símbolo heráldico da eternidade, porque se trata de uma figura geométrica que não tem princípio nem fim, e na bandeira representa ainda a própria cidade sede do município. No  centro deste círculo se insere o Brasão de Armas.

BRASÃO DE ARMAS DO MUNICÍPIO

O Brasão de armas do Município de Vera Cruz do Oeste é composto de um escudo.

ORNAMENTOS EXTERNOS DO ESCUDO:

TIMBRE

Coroa Mural em Argente (prata), de oito torres ameadas, das quais apenas cinco são visíveis e suas portas abertas evidenciando o caráter hospitaleiro do povo do município.
O metal argente (prata) tem o significado heráldico de amizade, trabalho, prosperidade, verdade, lealdade, nobreza e inteligência.

SUPORTES

Sustentam o escudo, a destra (direita) um ramo de soja e a sinistra (esquerda), um ramo de algodão, ambos frutados e ao natural, lembram os produtos oriundos da terra dadivosa e fértil, e que constituem a base da economia do município.
Listel em blau (azul) tendo a data em que Vera Cruz do Oeste foi elevada à categoria de Distrito e também a data em que foi elevada à categoria de Município. Abaixo do Listel, encontramos uma haste de milho e outra de trigo, cruzadas, também ao natural e frutificada, representando ainda um produto importante da região.

ESCUDO

O Escudo Clássico Flamengo-Ibérico ou Português era usado em Portugal, na época do Descobrimento do Brasil, herdado pela heráldica brasileira pelos primeiros colonizadores e desbravadores de nossa Pátria.

ESCUDO (Parte Superior)

O escudo traz em campo azul uma estrela de cinco pontas, que é o símbolo da ascendência.
O esmalte azul simboliza heraldicamente a justiça, a formosura, a nobreza, a dignidade, a lealdade, representa ainda, serenidade e a busca de Deus pelo homem no azul do firmamento.

ESCUDO (Parte Central)

O escudo é interceptado por uma faixa oblíqua que parte do canto inferior direito, na cor ouro, que representa a glória, esplendor, riqueza, grandeza, sabedoria, fé, prosperidade e generosidade.
No centro desta faixa estão inseridos três escudetes.
No escudete à destra, em cor branca, encontra-se inserido um braço de armadura empunhando uma tocha, simbolizando: pulso firme e vontade férrea de vencer.
No escudete do centro encontra-se um livro aberto, representando a educação e a cultura, uma das grandes lutas e preocupações do Sr. Antonio Villas Boas, o fundador do Município, e também uma das prioridades do orçamento municipal.
No escudete à sinistra, em branco, temos inserido um capacete alado que lembra Mercúrio, representando o comércio, peça importante no Brasão de Armas, visto o comércio do município ser bem desenvolvido e de grande expressão econômica para a região.

ESCUDO (Parte Inferior)

Na parte inferior do escudo em campo verde, o escudo é interceptado por três rios, que são os principais da região. São eles: São Francisco Falso Braço Norte, Corvo Branco e São Pedro.
No mesmo campo sobre os rios, encontramos uma tora com uma serra, simbolizando a reserva de madeira da região, um dos principais produtos para a industrialização da região e de grande importância para o município.


Ler mais >

Ex-Prefeitos de Vera Cruz do Oeste –  Gestão

Nelson Thomazinho  – 01/01/1982 a 31/12/1988

Alfeu José Gonzatto  – 01/01/1989 a 31/12/1992

Nelson Thomazinho  – 01/01/1993 a 31/12/1996

Valdeci Teixeira  – 01/01/1997 a 31/12/2000

Marcos Vilas Boas Pescador  – 01/01/2001 a 31/12/2008

Eldon Asnchau  – 01/01/2009 a 31/12/2016


Ler mais >

População

PIB per capita (R$)

Área (km²)

Indicadores

Informações

Portal da Transparência
História

FUNDAÇÃO DE VERA CRUZ DO OESTE Em 1960, no norte do Município de Céu Azul, […]

Mais informações
Portal da Transparência
Hino

Hino de Vera Cruz do Oeste Vera Cruz, és do Oeste o celeiro Onde afloram […]

Mais informações
Portal da Transparência
Símbolos

BANDEIRA DO MUNICÍPIO Pela Lei nº 071/85, cria a Bandeira e o Brasão de Armas […]

Mais informações
Portal da Transparência
Ex-Prefeitos

Ex-Prefeitos de Vera Cruz do Oeste –  Gestão Nelson Thomazinho  – 01/01/1982 a 31/12/1988 Alfeu […]

Mais informações

Eventos

27

FESTA DO AGRICULTOR E FEIRA DO EMPREENDE...

CENTRO CULTURAL E ESPORTIVO CARLOS ANIZELLI

Mais eventos

Notícias

Portal da Transparência
Audiência Pública discutiu adesão do Município em consórcio de gestão e tratamento de resíduos sólidos

Audiência Pública discutiu adesão do Município em consórcio de gestão e tratamento de resíduos sólidos […]

Mais informações
Portal da Transparência
Prefeito Ednei Sgobi sanciona Lei de adequação da tabela de vencimentos do magistério municipal

Prefeito Ednei Sgobi sanciona Lei de adequação da tabela de vencimentos do magistério municipal A […]

Mais informações
Portal da Transparência
Trechos das PR's 488 e 585 que passam pelo Município receberão obras de melhorias

Rodovias estaduais que passam por Vera Cruz do Oeste receberão obras de conservação e recuperação […]

Mais informações

Visite a Cidade

Gallery image
Gallery image
Gallery image
Ver mais